08/12/08


EMENTA DO DIA
TER. 9 DEZEMBRO
21h30Rotas da Ilha Verde
CINEMA 'AS ESCOLHAS DA MARIA'Talvez os Direitos Humanos sejam o fio unificador destas escolhas. E porque creio que através da Arte se pode ir transformando este mundo em que vivemos num outro mundo onde sonhamos viver. Assim seja, também, através do cinema. Aqui. Agora.

LES GLANEURS ET LA GLANEUSE (2000)(Os respigadores e a respigadora)Realização: Agnès VardaFr. doc. 82' (legendado em português)Respigar: apanhar as espigas que ficaram no campo depois de ceifado
A partir de um célebre quadro de Millet, o filme de Agnès Varda é um olhar sobre a persistência na sociedade contemporânea dos respigadores, aqueles que vivem da recuperação de coisas (detritos, sobras) que os outros não querem ou deixam para trás. A respigadora, nesse sentido é Agnès Varda, que experimentando pela primeira vez uma pequena câmara digital, se quer assumir como uma "recuperadora" das imagens que os outros não querem ver nem fazer, e que portanto deixam para trás ("le filmage est aussi glanage"). Um filme lúcido e livre, mediado pelas "mãos que envelhecem" da própria cineasta.
Cannes 2000 – Selecção Oficial Fora de Competição Prémios Europeus de Cinema 2000 - Melhor DocumentárioMelhor Filme 2000 - Sindicato Francês dos Críticos de Cinema Hugo de Ouro para Melhor Documentário - Festival Internacional de Cinema de Chicago 2000 XI Encontros Internacionais de Cinema Documental – Amascultura 2000
"Nunca filmo pessoas de que não gosto" - Agnès Varda