22/05/12

LeS ombRes dE l'exiStencE


Uma instalação é uma manifestação artística onde a obra é composta por elementos organizados num ambiente. A disposição dos elementos no espaço tem como finalidade criar uma relação com o espectador. É uma obra de arte que só "existe" em exposição, podendo ser caracterizada como efémera.
O grande propósito desta instalação é gerar a reflexão, ou seja a ponderação, meditação e pensamento do espectador sobre a vida (tempo que decorre desde o nascimento até à morte; existência) e as decisões tomadas que podem e devem ser repensadas. Mostrando-lhe experiências do quotidiano, vivências como relações interpessoais e ambiências.
A instalação divide-se em três grandes momentos que acontecem em simultâneo, a cidade, a projecção  e o armário de “post-it”. Na cidade retratamos uma ambiência comum à maior parte dos espectadores, esculpida com latas de refrigerante e garrafas, fazendo o uso da shadow art (variante da escultura na qual as sombras bidimensionais são produzidas através de esculturas tridimensionais). A projecção consiste na passagem de vários videos e imagens aleatórias para o pano atravessando a silhueta de um humano dando a ideia de estarmos dentro da sua mente. O armário coberto de “post-it”, no qual alguns estão escritos e outros servem para que o espectador depois possa deixar as suas próprias histórias e outros se relaccionem com elas.
Na envolvência deste espaço apresentamos ainda, dois elementos: o desenho à entrada na porta e as almofadas simbolo de objectos do quotidiano. Pretendemos marcar o espectador recorrendo à ferramenta que melhor conhecemos, a arte.

Projecto “Vida”
Por: João Borges, Maria Inês Silva e Tomás Toste